Controlinveste com nova estrutura acionista


 

Lusa/AO online   Nacional   26 de Nov de 2013, 16:25

Os empresários António Mosquito e Luís Montez vão passar a deter 42,5% da parte media do grupo Controlinveste, com 27,5% e 15%, respetivamente, segundo o comunicado de imprensa hoje divulgado pela própria empresa.

Luís Montez e António Mosquito concluíram "com sucesso um acordo” com o atual dono da Controlinveste, Joaquim Oliveira, e os bancos BCP e BES para reestruturar o Grupo Controlinveste Media, que até agora era integralmente detido pela Controlinveste.

Quando o acordo for concretizado, o empresário angolano António Mosquito (que recentemente passou a acionista maioritário da construtora Soares da Costa) ficará com 27,5% do grupo media da Controlinveste, Luís Montez com 15% e cada banco com também 15%, passando assim a capital parte da dívida da Controlinveste a estes bancos. O grupo Controlinveste passará a deter os restantes 27,5%.

“O acordo alcançado permite assegurar novas condições de capitalização do grupo editorial e um novo plano de negócios devidamente sustentado a longo prazo”, refere o comunicado de imprensa.

Os novos acionistas do grupo media já chegaram também a acordo sobre a equipa de gestão. Esta será composta por sete elementos, dois a indicar por cada um dos acionistas não financeiros, sendo já certo que o advogado Daniel Proença de Carvalho será o presidente do grupo.

Já outro comunicado enviado às redações pelo escritório de Proença de Carvalho acrescenta que BCP e BES pretendem alienar a parte com que ficarão do grupo media Controlinveste e que a dívida remanescente será “reestruturada”, “não havendo qualquer perdão” desta.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.