Cinco mil polícias enviados para Tessalónica onde PM vai falar sobre economia


 

Lusa / AO online   Internacional   10 de Set de 2011, 13:07

O Governo grego enviou cerca de cinco mil polícias para Tessalónica, onde o primeiro-ministro, George Papandreou vai proferir hoje à tarde o seu discurso anual sobre economia, com receio de eventuais manifestações anti-austeridade.

Pelo menos sete diferentes protestos já foram convocados na segunda maior cidade grega, entre os quais estão reunidos os maiores sindicatos do país, estudantes, taxistas e grupos anarquistas entre outros.

Os anteriores protestos anti-austeridade provocaram vários tumultos.

Na sexta-feira, cerca de 100 manifestantes interromperam Papandreou no salão da cidade de Tessalónica.

O governo socialista impôs medidas de austeridade rigorosas para garantir empréstimos de resgate internacional, mas os seus esforços para melhorar a situação do país estão a falhar, causando angústia no mercado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.