Chuva e vento forte colocam quase todo o país sob aviso amarelo


 

Lusa / AO online   Regional   13 de Jan de 2010, 10:31

O Instituto de Meteorologia (IM) colocou esta quarta-feira quase todo o país sob aviso amarelo, com excepção de quatro distritos do Norte e Centro, devido à previsão de vento e chuva forte.
Lisboa, Setúbal, Santarém e Évora são os distritos para os quais não existe qualquer aviso, o mesmo acontecendo com os grupos Central e Ocidental do arquipélago dos Açores.

O IM prevê igualmente a existência de agitação marítima em toda a orla costeira, razão pela qual as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Póvoa de Varzim, Douro e Figueira da Foz já se encontram encerradas.

O estado do mar apresentar-se-á, na costa ocidental, com ondas de oeste de quatro a cinco metros, enquanto que na Costa Sul as ondas serão de sudoeste, com dois a três metros, podendo atingir os três a quatro metros. A temperatura da água do mar será de 17 graus Celsius.

Segundo as previsões do IM, o céu apresentar-se-á hoje muito nublado, com períodos de chuva ou aguaceiros, que poderão ser fortes nas regiões Norte e Centro, sobretudo durante a tarde.

Nas regiões do interior Norte e Centro está prevista a queda de neve acima dos 700 metros, durante a noite, subindo a cota para pontos mais altos da Serra das Estrela.

O vento soprará geralmente fraco (inferior a 20 km/h) do quadrante sul, tornando-se moderado (25 a 35 km/h) de sudoeste, a partir da tarde, e forte (35 a 50 km/h), com rajadas na ordem dos 70 km/h no litoral.

Nas terras altas, o vento será de sudoeste, igualmente forte (40 a 55 km/h), com rajadas na ordem dos 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se forte a muito forte (50 a 70 km/h), com rajadas que poderão atingir os 90 km/h, a partir do meio da tarde.

Relativamente às temperaturas máximas previstas, o Porto deverá atingir 12º, Lisboa 16º, Faro 19º, Ponta Delgada 17º e Funchal 20º.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.