Guatemala

Avião cai com trabalhadores humanitários dos EUA

Avião cai com trabalhadores humanitários dos EUA

 

Lusa/AO online   Internacional   25 de Ago de 2008, 11:39

Um pequeno avião que transportava trabalhadores humanitários norte-americanos caiu no domingo no Leste da Guatemala, matando dez pessoas, entre elas cinco norte-americanos, informaram um funcionário aeroportuário e uma sobrevivente.
    O Cessna Caravan 208 caíu cerca de 100 quilómetros a lesta da capital da Guatemala.

    O piloto alertou a torre para o facto de estar com problemas de motor cerca de 45 minutos após a descolagem e tentou fazer uma aterragem de emergência, disse o director da Aviação Civil, José Carlos.

    Morreram oito passageiros, juntamente com o piloto e co-piloto guatemaltecos, disse José Carlos.

    Cinco dos mortos são norte-americanos, não tendo sido revelada a nacionalidade dos outros três.

    Quatro outros norte-americanos a bordo ficaram feridos e foram aerotransportados para um hospital na Cidade de Guatemala. No entanto, a Aero Ruta, a companhia proprietária do avião, afirma que apenas doze pessoas viajavam no avião, incluindo o piloto e co-piloto, uma discrepância que ainda não pôde ser esclarecida.

    Sarah Jensen, de 19 anos, que sobreviveu à queda com ferimentos ligeiros, disse que ela e a família se dirigiam para uma aldeia na área de El Estor para construírem casas para a Choice Humanitarian, um grupo sedeado em West Jordan, no estado de Utah.

    O irmão e o pai morreram no desastre e a mãe sofreu queimaduras e fracturas graves. A família é oriunda de Amery, no estado de Wisconsin, disse Sarah à AP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.