Honduras

Arias pede ao governo espanhol "para não isolar povo hondurenho"


 

Lusa / AO online   Internacional   2 de Dez de 2009, 17:44

O presidente da Costa Rica, Óscar Arias, pediu esta quarta-feira ao governo espanhol que reconheça como legítimo o novo executivo das Honduras "já que o preço de não o fazer será o isolamento do povo hondurenho".
As declarações de Arias foram feitas em Salamanca, cidade espanhola onde o presidente da Costa Rica e prémio Nobel da Paz será investido doutor «honoris causa» numa cerimónia presidida pelo príncipe Felipe, herdeiro do trono espanhol.

No entender do presidente da Costa Rica, o governo que vai sair das eleições realizadas domingo nas Honduras (ganhas pelo conservador Porfirio Lobo) deve ser reconhecido e não o fazer será como "um segundo furacão Mitch, mas desta vez político, porque as Honduras financiam 20 por cento do seu orçamento com a cooperação".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.