Dois dias de luto nacional na Guiné-Bissau por 18 mortos em acidente

Dois dias de luto nacional na Guiné-Bissau por 18 mortos em acidente

 

Lusa/AO online   Internacional   6 de Jan de 2018, 18:54

O Governo da Guiné-Bissau decretou hoje dois dias de luto nacional pela morte de 18 pessoas num acidente de viação na sexta-feira, numa estrada no interior do país.

O luto nacional, entre as 00h00 de domingo e as 00h00 de terça-feira, foi decretado em conselho de ministros e comunicado ao país através de um decreto, assinado pelo primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, e o Presidente guineense, José Mário Vaz.

Durante o luto nacional, a bandeira do país estará a meia haste e não serão permitidas atividades lúdicas em locais públicos, assinala o documento.

No decreto lê-se ainda que a morte de 18 pessoas no acidente de sexta-feira entristece todos os guineenses, sublinhando que ocorre “no início do ano em que todos renovam as esperanças de uma vida melhor”.

Um comunicado da presidência guineense, hoje divulgado, diz que, em consequência do acidente, 14 feridos estão a receber assistência nos hospitais de Bissau.

Fonte dos serviços de Viação e Transportes Terrestres indicou à Lusa que o acidente decorreu de choque frontal entre duas viaturas na estrada que liga Quinhamel a Bissau, na localidade de Bissauzinho, a 23 quilómetros a nordeste da capital guineense.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.