Açores terão este ano postos de abastecimento de viaturas elétricas em todas as ilhas

Açores terão este ano postos de abastecimento de viaturas elétricas em todas as ilhas

 

Lusa/AO online   Regional   26 de Jul de 2019, 16:02

Os Açores vão passar a dispor em todas as ilhas, ainda este ano, de uma rede de abastecimento de viaturas elétricas, anunciou a titular da pasta da Energia no Governo Regional, Marta Guerreiro.

A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo - cuja secretaria já havia promovido um concurso público para definir a localização dos postos de abastecimento públicos na região - declarou à agência Lusa que foi hoje assinado um protocolo que visa a adjudicação dos 16 pontos de carregamento, abrangendo todas as ilhas.

“Nesta fase, haverão 16 postos de carregamento a serem instalados no espaço de um ano com o compromisso de ainda este ano serem colocados oito que irão abranger todas as ilhas, à exceção do Corvo, onde foi estabelecido um protocolo com a Câmara Municipal para instalar um posto de carregamento normal”, referiu Marta Guerreiro.

Para a titular da pasta da Energia, nos Açores pretende-se que se proceda ao carregamento das viaturas elétricas nas residências, em espaço noturno, visando “otimizar toda a rede de abastecimento, mas também o que o consumidor pagará”.

Marta Guerreiro afirmou que no âmbito do Plano de Mobilidade Estratégica estão estipuladas metas para 2020 e 2024, sendo que este documento será submetido “em breve” ao Conselho do Governo dos Açores, contemplando aspetos práticos para dinamizar o setor, tais como incentivos financeiros, que acumulam com os nacionais, a par de lugares específicos de estacionamento.

A secretária regional referiu que se pretende ainda regular a obrigatoriedade dos edifícios relativamente à disponibilização de lugares e instalações para carregamentos de viaturas elétricas.

Considerando que a mobilidade é um “projeto estratégico” para os Açores, a responsável admite que os percursos existentes são “relativamente curtos”, a par de uma evolução das energias renováveis “bastante significativa”, com uma “expetativa muito boa em termos de crescimento”, numa altura em que as baterias ganham cada vez mais autonomia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.