Açoriano Oriental
Conteúdo patrocinado
Oferecer brindes aos clientes: marketing eficaz ou gasto inútil?

  

Oferecer brindes aos clientes: marketing eficaz ou gasto inútil?

Autor:

Oferecer brindes aos clientes: marketing eficaz ou gasto inútil?

Quando uma empresa precisa de decidir qual a melhor ação de comunicação para promover a sua marca, deve ter em consideração vários fatores: preço, criatividade, guião se necessário, alcance, plataforma... No entanto, o mais importante de tudo é a rentabilidade, pois é o principal objetivo de qualquer campanha de marketing.
No próximo artigo, vamos falar sobre uma das alternativas mais eficazes nesse campo, sendo uma opção ideal para todos os tipos de marcas: os brindes publicitários.



O que são os brindes publicitários?
Um brinde publicitário é um objeto que apresenta o logótipo da empresa e é oferecido a terceiros. A ideia por trás de oferecê-los não está apenas em criar ou reforçar um vínculo com a pessoa que os recebe, mas também em garantir que, quando essa pessoa usar ou transportar o produto, a empresa se exponha a terceiros, fazendo publicidade indireta.
Geralmente, estas ocasiões podem ser distinguidas como as mais comuns:
Clientes: Ideal para premiar a fidelidade dos clientes mais frequentes ou para fidelizar alguns ocasionais. Pode ser entregue pessoalmente na própria loja ou, numa abordagem mais moderna, incluído na embalagem de uma encomenda feita num e-commerce.
Trabalhadores: Como parte do pack de boas-vindas da empresa, para comemorar algum evento (como o aniversário, por exemplo) ou numa ocasião especial, como a festa de Natal. Neste caso, a pessoa torna-se um embaixador da marca.
Eventos: Muito comum e que certamente já vivenciou. Quando participa num evento do setor, num workshop, num curso ou algo semelhante, com certeza já lhe deram um saco, uma caneta ou qualquer outro pequeno objeto de recordação.

As chaves para que estes brindes publicitários sejam percebidos de forma positiva residem no facto de serem úteis para quem os recebe e, além disso, atraentes.



Por que oferecer brindes aos clientes?

Todas as pessoas gostam de receber brindes. Em princípio, partimos da base de que é um gesto que gera uma lembrança positiva. No entanto, é preciso ter cautela: se a pessoa perceber que está a receber um objeto qualquer, isso pode ter o efeito contrário. Como mencionamos anteriormente: se for útil e esteticamente agradável, o efeito desejado será alcançado.
Além disso, não só devemos considerar isso como uma ferramenta para promover a empresa, mas também como um instrumento de fidelização.
Muitas pessoas identificam-se com os valores das suas marcas favoritas (se são sustentáveis, se colaboram em projetos específicos ou se associam diretamente à sua personalidade), e esse merchandising ajuda a fortalecer esse sentimento de pertencimento. E, claro, quanto mais forte for esse vínculo, mais fácil será que eles usem o brinde publicitário e, portanto, façam propaganda da empresa.
Essas ideias são boas na teoria, mas será que realmente é assim? Há um impacto no usuário?
Bem, de acordo com a Sendoso, uma empresa líder em automação de e-mails, 83% dos entrevistados no seu estudo afirmaram que, ao receber um brinde corporativo, se sentiram mais próximos da empresa que o presenteou. Além disso, segundo a Zipdo, uma empresa de referência em ferramentas para gestão de notas e calendários a nível profissional, no seu próprio estudo, 53% das pessoas, se forem agentes económicos, acabam por fazer negócios com a marca que lhes deu o brinde.
Portanto, podemos concluir que, de fato, o impacto é predominantemente positivo.

PUB



Quem oferece detalhes personalizados?

A tendência de oferecer brindes levou a uma oferta que se adapta à demanda existente. Ou seja, há muitos perfis a serem atendidos e, portanto, um único tipo de empresa não pode abranger todos eles.
Por exemplo, existem empresas como a Yoursurprise que se dedicam a merchandising personalizado de forma individual, para clientes finais. Ou seja, se alguém quer uma caneca, um puzzle ou um caderno e o número de unidades é muito baixo, o ideal seria contar com essas empresas, pois são especializadas nessa área.
Por outro lado, se a quantidade é muito elevada, como no caso de um negócio onde pretende presentear num evento, aos funcionários ou como parte de uma promoção (afinal, a ideia é lançar uma ação de marketing), será necessário encontrar uma entidade ideal para isso e que possa oferecer um preço competitivo para grandes quantidades, como é o caso da giftcampaign, uma empresa reconhecida no setor.



O preço dos objetos promocionais
E outra grande questão é: estes brindes são caros? Em nível pessoal, pode haver uma maior flexibilidade ao gastar, pois trata-se de um gesto mais pessoal, para uma ocasião especial.
No entanto, neste artigo, concentramo-nos na perspetiva empresarial e, portanto, é importante ter em mente que nem todas as empresas têm grandes orçamentos para investir em uma campanha de alcance massivo.
Precisamente, uma das principais vantagens do merchandising é que ele se adapta a todos os tipos de necessidades. Existem sacos de tecido, canetas, cadernos, porta-chaves e até mesmo outros produtos menos convencionais como colunas, powerbanks ou lancheiras a preços acessíveis, permitindo que pequenas organizações, com recursos limitados, possam realizar uma campanha para promover a sua marca a um custo mais baixo.
Da mesma forma, existem opções premium para empresas que desejam fazer um investimento maior, seja para fortalecer o relacionamento com determinados clientes ou fornecedores, por exemplo.
Como pode perceber, os brindes publicitários, quando aplicados corretamente, podem ser uma ação de marketing eficaz e contribuir para impulsionar a empresa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados