Açoriano Oriental
Conteúdo Patrocinado
Milhares participam nas atividades ambientais promovidas pelo Município

Ao longo da época balnear 2019, a Câmara Municipal de Ponta Delgada desenvolveu várias atividades de educação ambiental nas cinco zonas balneares com Bandeira Azul do concelho, as quais contaram com a participação direta de cerca de 2 mil pessoas


Foto: CMPD
Autor: Conteúdo Patrocinado

Os Suspeitos do Costume
“Os suspeitos do costume – do rio ao mar, sem lixo!”, atividade realizada em abril e julho na Praia das Milícias, contou com participação do Colégio do Castanheiro e do Projeto Renascer E7G – VAS da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada. Teve um total de 64 participantes, visou a recolha de resíduos do areal, com metodologia própria para análise dos 10 mais encontrados, e identificou as suas origens e impactos.

A longa vida dos microplásticos
“A longa vida dos microplásticos” decorreu em junho na Praia das Milícias. Realizada pela Câmara em parceria com a Explolab – Centro de Ciência Viva, contou com a participação de crianças e animadores dos Centros de Atividade de Tempos Livres (CATL) de Livramento, Vitória, Mãe de Deus e Ramalho. Com um total de 177 participantes, a atividade lúdico-educativa teve em conta o problema do tempo de degradação dos resíduos e as consequências negativas dos microplásticos para o ambiente e oceanos.

Observação solar segura
A atividade “Observação solar segura” foi realizada em junho na Praia das Milícias em parceria com o OASA – Observatório Astronómico de Santana Açores. Participaram 177 crianças e animadores também dos CATL de Livramento, Vitória, Mãe de Deus e Ramalho. Pretendeu-se difundir o conhecimento científico, sobretudo das temáticas relacionadas com a Astronomia, e promover o conhecimento sobre os riscos para a visão humana se não forem tomados os procedimentos de segurança corretos para a observação do sol.

Sobre lixo marinho
A ação sobre lixo marinho decorreu em junho para duas turmas do 8º ano de escolaridade da EBI dos Ginetes e respetivos professores, num total de 34 participantes, com o objetivo de educar sobre o lixo marinho (um dos maiores problemas ambientais atuais) e promover o conhecimento sobre as consequências nefastas dos plásticos e como se pode alterar comportamentos com vista a ajudar à sua redução. A mesma ação de educação ambiental decorreu em julho para o Projeto Renascer E7G – VAS da Santa Casa da Misericórdia e contou com 16 participantes.

Cada beata no seu cinzeiro
Em “Cada beata no seu cinzeiro”, realizada em julho e agosto nos Poças Sul dos Mosteiros, participaram 150 pessoas, às quais foram explicadas as consequências negativas dos plásticos e das beatas para a vida marinha. Foram distribuídos cinzeiros de bolso e canetas com a mensagem “já fui uma garrafa de plástico”.

Ler com sol
“Ler com sol”, realiza em julho e agosto na zona balnear do Forno da Cal, com o apoio de jovens do programa OTL-J, contou com um total de 1.137 participantes. Visou a promoção da leitura como atividade importante nos momentos de lazer e a divulgação de conteúdos de cariz ambiental, cultural e histórico que promovem os Açores. Foi disponibilizada uma pequena biblioteca (carrinho de madeira) para requisição de livros e revistas, havendo ainda a possibilidade de empréstimo.

Água limpa
A atividade experimental “Água limpa” ocorreu em agosto nos Poços de Capelas/São Vicente Ferreira e na Praia do Pópulo, com um total de 77 participantes. Divulgou-se a Ciência na área da microbiologia junto dos utentes, sensibilizando-se os participantes para os vários tratamentos da água, exemplificando a filtração através da areia como um método ancestral eficiente no tratamento da água não-potável. procedeu-se, ainda, à observação macro e microscópica, bem como à análise da biodiversidade microbiana existente na água antes e depois da filtração.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.