Automóvel

Vendas de carros novos baixam 42% em abril

Economia /
Chave do Carro Condução Automóvel

586 visualizações   

O mercado automóvel em Portugal continua em forte contração, com as vendas de ligeiros de passageiros em abril a descerem 41,7 por cento, em termos homólogos, para 8.400 unidades, numa sequência de quedas que dura há 16 meses consecutivos.
 

De acordo com os dados hoje divulgados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), "em termos acumulados, no primeiro quadrimestre de 2012 as vendas de automóveis ligeiros de passageiros atingiram as 31.932 unidades, o que representou uma forte quebra de 46,8 por cento, relativamente ao período homólogo de 2011".

Quanto ao mercado de veículos comerciais ligeiros, no mês de abril "assistiu-se a uma fortíssima queda de 63,1 por cento em relação ao mês homólogo de 2011, tendo sido vendidos apenas 1.029 veículos. A situação do mercado sofreu um agravamento como resultado do forte aumento da carga fiscal verificado no início do corrente ano e que veio penalizar veículos inequivocamente de trabalho", realçou a ACAP.

No primeiro quadrimestre de 2012, o mercado situou-se nas 5.167 unidades, sofrendo uma queda de 55,1 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

Por último, o mercado de veículos pesados registou em abril "uma queda bastante acentuada", tendo sido comercializados apenas 110 veículos, o que se traduziu num decréscimo de 69,6 por cento face ao mês homólogo do ano anterior.

No primeiro quadrimestre de 2012 as vendas não foram além das 689 unidades, tendo-se verificado uma queda de 51,1 por cento, relativamente ao período homólogo do ano anterior.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão