Editorial

Paulo Simões

Paulo Simões

Pioneiros ou dinossauro?

A verdade não se coaduna com frases feitas e ao contrário do slogan da campanha de Bill Clinton, “It’s the Economy, stupid!”, o que mais importa, e esta é uma das poucas verdades universais, é a Educação. Portugal tem um problema...

Opinião

  • Teresa Borges Tiago

    Teresa Borges Tiago

    O mundo para além do Facebook!

    Saber o porquê da preferência por determinado produto ou marca, das escolhas e influências de grupos são algumas das questões que podem ser desvendadas através de estudos de mercado ao consumidor, quer no domínio físico,...
  • Ezequiel Motta Moreira da Silva

    Ezequiel Motta Moreira da Silva

    Uma Situação Delicada

    O FMI diz que Portugal precisa de implementar urgentemente “reformas estruturais”, um eufemismo cobarde para reduções das despesas do estado com pensões, salários e prestações sociais etc. O governo não quer falar...
  • João Pacheco de Melo

    João Pacheco de Melo

    O Costa Pedro, artista

    O nome que dispensa apresentações, sobretudo para aqueles que ainda se recordam dos golos que fazia quando comandava, de forma tão pujante quanto elegante, a linha avançada do Santa Clara. “Zézinho” Costa Pedro, um santaclarense...
  • Inês Sá

    Inês Sá

    Saudade

    Nem todos os dias são iguais. Há dias em que ela se apodera de mim, deambula pelo meu corpo, deixando aqui e ali marcas da sua presença. Nunca arrisca vir sozinha. Teima em fazer-se acompanhar daqueles que me fazem falta, dos momentos que anseio...
  • Hermano Aguiar

    Hermano Aguiar

    A nossa vida

    Um estudo da OCDE – organização que agrupa 34 países do mundo desenvolvido – de junho último, intitulado “How is life in the Azores”, classifica os diversos aspetos da nossa sociedade, numa escala de 1 a 10, do seguinte...
  • Vasco Garcia

    Vasco Garcia

    Malefícios e artifícios

    Lá vai o Secretário do Mar a Bruxelas defender a nossa pesca, com o velho argumento do salto e vara que usei nos anos 90 do século passado. Em finais do século XIX, o escritor e poeta russo Anton Tchekov escreveu uma peça teatral a que,...
  • Ezequiel Motta Moreira da Silva

    Ezequiel Motta Moreira da Silva

    Notas Caóticas de Cabeceira

    O que se segue é um texto pseudo literário, um trabalho de ficção, uma sucessão infernal de frases incompreensíveis e moralmente indefensáveis. Não leiam. Na Europa de Leste, uma anedota da Guerra Fria persiste...
  • João Nuno Almeida e Sousa

    João Nuno Almeida e Sousa

    Abacaxi

    Nesta época de ilusória prosperidade socialista, a obra feita tem-se resumido a uma crónica diária de inaugurações, reinaugurações e primeiras pedras atiradas à sedução do eleitorado. Nem os bichos...
  • Rolando Lalanda Gonçalves

    Rolando Lalanda Gonçalves

    A linguagem política

    Na passada 5ª feira decorreu no parlamento nacional o primeiro debate após as férias de verão. Mais uma vez os diferentes atores políticos entraram verbalmente em confronto a propósito do que irão fazer no futuro, ignorando,...
  • Álvaro Dâmaso

    Álvaro Dâmaso

    Mitos, mentiras e outras lérias

    Depois de férias, o recomeço da atividade política não foi auspicioso. Está a gerar muitas e fundadas dúvidas sobre o próximo futuro da economia nacional. Sobre o exercício da governação. E revelou como os...
  • José Andrade

    José Andrade

    Quatro anos ao serviço dos Açores

    No final de um único mandato como Deputado do PSD pela ilha de São Miguel à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, cumpre-me partilhar com os meus concidadãos a boa consciência do dever cumprido. Foram...
  • Maria do Céu Patrão Neves

    Maria do Céu Patrão Neves

    Mudanças

    A menos de um mês das eleições legislativas regionais, suponho que deveria dedicar esta crónica quinzenal aos grandes temas da nossa vida coletiva, às grandes questões políticas da Região em debate social intenso neste...
  • Cátia Carvalho

    Cátia Carvalho

    Crónicas d Uma açoriana em Lisboa

    Eu não gosto de política, tal como não gosto de matemática, tal como não gosto de debulho. Mesmo não gostando de política, continuo a acreditar, (ingenuamente), na função que ela tem. É por isso que ainda...
  • Vamberto Freitas

    Vamberto Freitas

    Avenida dos sonhos esquecidos

    Não queria de modo algum fazer aqui ligações ou comparações despropositadas, mas vou tentar seguir, nestas primeiras linhas, uma das técnicas ou chamamentos textuais de Eduardo Paz Ferreira, neste como noutros livros seus dos tempos...
  • Cláudia Cardoso

    Cláudia Cardoso

    Pé de orelha

    O livro de José António Saraiva, que a Gradiva se preparava para lançar, revela conversas privadas e confidências de muitos políticos portugueses. Eu e os Políticos escancara as portas da vida privada e autointitula-se “o livro...
  • Lina Silveira

    Lina Silveira

    O poder do voto

    Dia 20 de Setembro de 1976, há quarenta anos, diversos governos europeus assinaram em Bruxelas disposições que permitiram a realização de sufrágio universal direto nos nove Estados pertencentes à então denominada...
  • Ricardo Serrão Santos

    Ricardo Serrão Santos

    Estamos a fazer acontecer!

    O Centro Internacional de investigação dos Açores tem potencial para se constituir como uma plataforma integrada para a observação e conhecimento cientifico do amplo oceano, terra e processos atmosféricos. Esta semana tive...
  • Carla Cook

    Carla Cook

    Competir

    A única coisa que me entristece no início de um novo ano letivo é saber que começou mais uma competição. Cada ano, este espírito se intensifica. Os alunos da Universidade competem entre eles, mesmo que digam que não....
  • Maria Helena Marques

    Maria Helena Marques

    Aprender, refletindo e comunicando (II)

    A pedagogia científica considera que a aprendizagem ativa, em contraste com a aprendizagem passiva (ser instruído), é psicologicamente mais adequada para conseguir maior rendimento e assimilação. A aprendizagem depende das leis da...
  • Jorge Delfim

    Jorge Delfim

    A Destempo

    “A Mágoa de um não ser dois” (Fernando Pessoa) *** Por vezes, julgo ser apenas um viajante que se perdeu no caminho. Talvez deliberadamente porque afinal só quis ouvir o murmúrio solitário e nocturno do mar e olhar as estrelas...

Diga Leitor / Carta ao Diretor

  • Contratação Pública: A evolução na Região Autónoma dos Açores

    Com a entrada em vigor do Código dos Contratos Públicos (CCP), DL N.º 18/2008, de 29 de Janeiro, acentuou-se a utilização de plataformas eletrónicas de contratação pública na...
  • Casamento de Padres?

    “No futuro os padres vão poder casar”—dizia há dias em parangona o “Luso-americano”,em reportagem do nosso ex-colega Luís Pires, atual editor daquele bissemanário, citando a...
  • Dar

    Três letras para formar uma grande palavra: DAR. DAR é uma ação misericordiosa quando a oferta tem valor e é de utilidade para quem a recebe. Quando o namorado oferece um anel de noivado de pouco...
  • Brincar em dinamarquês

    Há mais de quatro décadas que o povo dinamarquês é considerado o mais feliz do mundo. Esta conclusão é da responsabilidade da OCDE (Organização para a Cooperação...