Pescas

Venda de pescado num lote único vai manter-se até final de Abril

Venda de pescado num lote único vai manter-se até final de Abril

 

Lusa / AO online   Regional   19 de Mar de 2010, 14:17

Os armadores de S. Miguel que se dedicam à pesca de pequenos peixes de alto mar, como o chicharro, decidiram esta sexta-feira continuar a colocar o pescado capturado num lote único para venda, depois dos resultados positivos da experiência iniciada há três semanas.
"A experiência correu bem e ficou decidido que se vai manter até final de Abril, sendo reavaliada em Maio", revelou hoje Marcelo Pamplona, subsecretário regional das Pescas, em declarações à Lusa.

Marcelo Pamplona, que falava no final de uma reunião com os armadores, frisou que a venda conjunta do peixe capturado "aparenta ser uma boa solução", porque permitiu "um preço único e evitou desperdícios".

"Apesar de não terem saído tantas embarcações para o mar esta semana devido às condições meteorológicas, não houve desperdício de peixe", afirmou.

Segundo o subsecretário regional, o peixe está a ser todo vendido ao mesmo preço, "o que dá estabilidade", acrescentando que os armadores manifestaram "boa receptividade" a esta experiência.

A ideia de colocar todo o peixe capturado num único lote para venda foi decidida a 26 de Fevereiro, numa tentativa de rentabilizar a actividade piscatória, depois dos armadores terem ameaçado realizar protestos públicos caso não fosse adoptadas medidas para assegurar o escoamento do pescado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.