Trabalhistas prometem subir salário mínimo se vencerem eleições no Reino Unido

Trabalhistas prometem subir salário mínimo se vencerem eleições no Reino Unido

 

Lusa / AO online   Economia   21 de Set de 2014, 12:34

O salário mínimo poderá subir para oito libras (10 euros) à hora se o Partido Trabalhistas vencer as eleições gerais de maio de 2015, anunciou hoje o líder do partido, Ed Miliband.

 

“Nós iremos aumentar o salário mínimo se ganharmos as eleições para pelo menos oito libras” à hora, declarou Miliband ao jornal Sunday Mirror, no momento em que os trabalhistas se reúnem num congresso, a partir de hoje, em Manchester.

“Um trabalhador em cinco, nos dias de hoje na Grã-Bretanha, dá a sua contribuição, mas é mal pago”, denunciou.

“Se trabalhar muito duro, pode sustentar a sua família com dignidade”, acrescentou.

Convidado pela BBC One, Miliband confirmou as suas intenções sobre o tema, referindo que o país “não pode continuar como está, só funciona para uma parte da sua população”.

O salário mínimo britânico é atualmente de 6,31 libras por hora (8,0 euros) – 5,03 libras (6,3 euros) para os menores de 21 anos – e deve passar para 6,50 libras por hora (8,2 euros) no próximo mês.

Os sindicatos britânicos, reunidos no início de setembro, pediram um aumento para 10 libras por hora (12,6 euros).

Sublinhando os bons números de crescimento do país e o grande aumento dos preços, os sindicalistas denunciaram que os salários reais recuaram e houve um aumento no número de trabalhadores pobres no país.

Em comparação, o salário mínimo em França é de 9,53 euros/hora e a Alemanha decidiu que, a partir de janeiro de 2015, a remuneração mínima será de 8,50 euros/hora.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.