Sporting e FC Porto apostam forte para ataque final e Benfica ‘arruma’ a casa

Sporting e FC Porto apostam forte para ataque final e Benfica ‘arruma’ a casa

 

Lusa/AO online   Futebol   1 de Fev de 2018, 09:44

Sporting e FC Porto não se inibiram na reabertura do ‘mercado' de transferências de futebolistas e reforçaram os plantéis com vista à luta pelo título, enquanto o tetracampeão Benfica preferiu ‘arrumar' a casa e libertar alguns excedentários.

Os ‘leões' foram, entre os três ‘grandes', os que mais mexeram na ‘janela' de inverno, que encerrou na quarta-feira, contratando cinco jogadores para a equipa às ordens de Jorge Jesus, pelos quais dispensou cerca de 12 milhões de euros (ME).

O brasileiro Wendel (ex-Fluminense) e o croata Misic (ex-Rijeka) foram os primeiros a chegar a Alvalade, logo seguidos pelo criativo Rúben Ribeiro, que na primeira metade da época deu nas vistas no Rio Ave. Ainda com três competições para disputar, depois da conquista da Taça da Liga, os ‘verde e brancos' apostaram ainda no regresso do colombiano Montero e aproveitaram o último dia das inscrições para anunciar o lateral Lumor (ex-Portimonense).

No sentido inverso, seguiram Iuri Medeiros, Alan Ruiz e Mattheus Oliveira, cedidos, respetivamente, a Génova, Colón e Vitória de Guimarães, o mesmo sucedendo com Tobias Figueiredo, que rumou ao Nottingham Forest, e Jonathan Silva, que foi emprestado à Roma.

Já o FC Porto, que se mantem igualmente em três frentes, reforçou-se com quatro atletas, sendo que apenas um veio do exterior, o ganês Waris, emprestado pelos franceses do Lorient.

Paulinho (ex-Portimonense) e Gonçalo Paciência, que regressou após meia época em Setúbal, juntaram-se ao lote de novidades, que ficou fechado no dia 31 de janeiro, com a chegada do central venezuelano Osorio, emprestado pelo Tondela.

Layún, que vinha tendo poucos minutos de jogo no Dragão, foi cedido ao Sevilha até final da temporada, o mesmo sucedendo com Rafa Soares, que rumou a Portimão.

O Benfica, que está limitado a uma competição até final da época (o campeonato), não promoveu qualquer contratação para o plantel às ordens de Rui Vitória, dando primazia às saídas de jogadores que não contavam para o técnico.

Os ‘encarnados', que viram falhar a transferência do júnior Úmaro Embaló para os alemães do Leipzig, acertaram as cedências de Lisandro López (Inter Milão), Filipe Augusto (Alanyaspor), Pedro Pereira (Génova) e Hermes (Cruzeiro). Por seu lado, Gabriel Barbosa, que estava emprestado pelo Inter Milão, abandonou a Luz para regressar ao ‘seu' Santos.

No Minho, o Sporting de Braga contratou Lukic, Ryller e o lateral direito Diogo Figueiras, que regressa a Portugal, depois de passagens por Sevilha, Génova e Olympiacos, e cedeu o médio Rafael Assis ao Paços de Ferreira, clube que perdeu o avançado Welthon para o rival dos ‘arsenalistas', Vitória de Guimarães.

Quem apostou forte para a segunda metade da temporada foi o Belenenses - agora orientado por Silas - que, depois de garantir o guarda-redes André Moreira e os médios Nathan (emprestado pelo Chelsea) e Bakic, anunciou no derradeiro dia do ‘mercado' as contratações dos avançados Yazalde (ex-Rio Ave) e Licá, este último proveniente dos espanhóis do Granada, que resgataram Salvador Agra ao Desportivo das Aves, por empréstimo do Benfica.

O Rio Ave, agora ‘órfão' de Rúben Ribeiro, reforçou-se com Gelson Dala, Makaridze e Diego Lopes (já tinha representado os vila-condenses, entre 2012 e 2015), enquanto o Feirense perdeu Etebo para o Las Palmas, mas promoveu o regresso de Karamanos, que estava em Vila do Conde por empréstimo do Olympiacos.

Neste mercado registaram-se igualmente alguns regressos ao principal campeonato nacional, como o guarda-redes Artur Moraes, ex-jogador de Benfica e Sporting de Braga, que assinou pelo Desportivo das Aves , os defesas Ailton (Estoril Praia), Yohan Tavares e Nuno Reis (ambos para o Vitória de Setúbal) e os médios Crivellaro (Feirense) e Rúben Micael (Paços de Ferreira).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.