Sismo no México provoca 49 mortos de acordo com o mais recente balanço oficial das autoridades

Sismo no México provoca 49 mortos de acordo com o mais recente balanço oficial das autoridades

 

Lusa/AO online   Internacional   19 de Set de 2017, 21:48

O sismo de 7,1 na escala de Richter que atingiu hoje vários Estados do México causou já pelo menos 49 mortos, informaram as autoridades no seu mais recente balanço oficial

Das 49 vitimas mortais, número avançado pela agência France Press, 42 ocorreram no Estado de Morelos e duas na Cidade do México, segundo informaram os governadores locais, citados nas agências internacionais, que não avançam o local das outras cinco mortes.

O Presidente do México ativou o plano de emergência do país.

Na rede social Twitter, Enrique Peña Nieto revelou ainda que convocou o Comité Nacional de Emergências, para coordenar todas as ações de ajuda, e que todos os hospitais que ficaram danificados com o sismo estão a ser evacuados.

O "PlanMX" permite que as autoridades acelerem a resposta de emergência em situações de maior gravidade.

As estações televisivas mexicanas estão a mostrar imagens de vários edifícios a colapsar, com o presidente da autarquia da Cidade do México, Miguel Angel Mancera, a afirmar que existe a confirmação de pessoas presas no interior dos edifícios que colapsaram.

O sismo 7,1 na escala de Richter teve o seu epicentro a 12 quilómetros a sudeste de Axochiapan, no estado central de Morelos, a uma profundidade de 57 quilómetros.

Este sismo acontece no dia em que se completam 32 anos desde que um poderoso terramoto deixou milhares de mortes na Cidade do México.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.