Rendas deverão manter-se quase iguais em 2011


 

Lusa/AO online   Economia   10 de Set de 2010, 12:10

 As rendas deverão ficar praticamente inalteradas em 2011, uma vez que o valor que determina o coeficiente para actualização das rendas se fixou nos 0,2 por cento, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
Segundo o INE, a taxa de variação média anual dos preços, em Agosto, foi de 0,3 por cento, mas, excluindo a habitação, o valor fixou-se nos 0,2 por cento.

Segundo o regime em vigor, de 2006, a actualização anual das rendas para contratos de arrendamento posteriores a 1990 é publicada em Diário da República, em Outubro, mas é determinada pela variação dos últimos 12 meses do índice de preços do consumidor (IPC) de Agosto, excluindo a habitação.

Este ano, as rendas estiveram congeladas, porque a taxa de variação média anual dos preços nos doze meses anteriores a Agosto de 2009 foi de zero por cento.

Para os contratos de arrendamento anteriores a 1990 mantém-se o regime transitório, que aplica a legislação anterior, em que a actualização pode ser feita de forma faseada durante cinco anos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.