Debate sobre reforma da autonomia adiado para depois de legislativas

Debate sobre reforma da autonomia adiado para depois de legislativas

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Ago de 2015, 16:36

O líder do PSD/Açores afirmou esta quinta-feira que o encontro solicitado pelo presidente do PS/Açores para debater, em julho, a reforma da autonomia com vários partidos políticos só deverá ocorrer depois das eleições legislativas.

 

“Já houve algumas conversas acerca do assunto. Penso que, no seu devido tempo, essa situação sofrerá as evoluções necessárias. Estamos num período de pré campanha eleitoral. Acho que é melhor essas coisas serem tratadas e conversadas depois”, afirmou Duarte Freitas, à margem da apresentação da segunda edição da universidade de verão organizada pelo PSD e JDS nos Açores.

No final de junho, o presidente do PS/Açores enviou uma carta a vários partidos políticos no arquipélago, convidando-os para um encontro em julho, que permita um “esclarecimento mútuo, concretização de propostas já avançadas e debate” em torno da reforma da autonomia.

Na carta assinada por Vasco Cordeiro e enviada aos partidos com assento parlamentar (PSD, CDS/PP, PCP, BE e PPM) e ao Partido Democrático do Atlântico (PDA), o único partido nacional com sede nos Açores, o líder dos socialistas açorianos defende que “devem ser criadas as condições para que este processo seja o mais abrangente e participado possível”.

Duarte Freitas adiantou que “não há ainda nenhuma data” para a realização do encontro com Vasco Cordeiro.

Fonte do PS/Açores adiantou à Lusa que “todos os partidos foram contactados”, mas, “considerando que um tema tão sensível e importante deverá ser debatido e analisado com serenidade e sem o sobressalto normal do período eleitoral, entendeu-se retomar conversações após as eleições legislativas”, agendadas para 04 de outubro.

A 25 de maio, Vasco Cordeiro disse na ilha das Flores, onde decorreram este ano as cerimónias oficiais do Dia da Região, que, 40 anos decorridos sobre a consagração constitucional da autonomia político-administrativa, era tempo de dar “o passo seguinte”, propondo existirem candidaturas de cidadãos independentes e listas abertas nas eleições para o parlamento regional, além de reforço da natureza e funções dos Conselhos de Ilha e a extinção do cargo de Representante da República.

No início de junho, o presidente do PSD/Açores, Duarte Freitas, enviou uma carta ao presidente do PS açoriano e do Governo Regional, Vasco Cordeiro, a propor-lhe a abertura da discussão da reforma do sistema político autonómico, na qual lhe manifestou vontade de se poderem sentar à mesa para discutir e "alinhavar" aquilo "que pode ser a autonomia do futuro", o que, "naturalmente, terá de agrupar todas as forças políticas".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.