Primeiro-ministro convicto de que apresentará um "bom Orçamento"

Primeiro-ministro convicto de que apresentará um "bom Orçamento"

 

Lusa / AO online   Economia   5 de Out de 2016, 11:52

O primeiro-ministro mostrou-se hoje convicto de que o Governo apresentará "um bom Orçamento do Estado para 2017", mas considerou que ainda há uma "semana inteira de trabalho técnico pela frente".

 

"Estamos a uma semana de apresentar o Orçamento, há por isso que concluir os trabalhos que visam e que permitirão ter uma maioria que permita viabilizar o Orçamento", disse António Costa aos jornalistas, à margem da cerimónia de comemoração da Implantação da República, em Lisboa.

Referindo que, neste momento, o documento "obviamente que não está fechado", o primeiro-ministro vincou que "há uma semana de trabalho técnico intenso" pela frente.

Relativamente aos "princípios fundamentais do que o que é que deve ser o Orçamento", o líder do executivo socialista salientou a continuação de "uma trajetória de reposição de rendimentos, aquilo que é a necessidade da economia de criar melhores condições para que haja investimento, aquilo que é a necessidade das finanças públicas continuarem uma trajetória de consolidação".

"Esses princípios políticos fundamentais estão adquiridos, agora temos obviamente que fazer as contas porque é essencial que todos estes objetivos, tal como este ano, possam casar harmoniosamente", adiantou António Costa.

"Vamos continuar ao longo desta semana e estou certo que para a semana apresentaremos um bom Orçamento para Portugal 2017", advogou.

Assim, para Costa, "não há motivos de angústia", mas sim "motivos para trabalhar".

Questionado sobre o encontro que teve na terça-feira com dirigentes do Bloco de Esquerda e do Partido Comunista Português, o primeiro-ministro afirmou que "fez parte dos processos normais de trabalho".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.