PR destaca vida dedicada à transparência e justiça fiscal


 

Ana Paula Fonseca   Economia   11 de Set de 2016, 19:27

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou a memória de Domingues Azevedo, hoje falecido, recordando a vida do bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados como "dedicada à transparência e justiça fiscal".

 

António Domingues Azevedo teve "uma vida dedicada à transparência e à justiça fiscal e de empenho na construção da democracia, enquanto deputado", realçou o chefe de Estado, em nota publicada na página Internet da Presidência.

"António Domingues Azevedo deixa memórias de combatente reto e dedicado. À família e ao seu partido, o Partido Socialista, apresento as minhas sentidas condolências", lê-se na nota de Marcelo Rebelo de Sousa.

Domingues Azevedo liderava há 20 anos os destinos da entidade que regula a profissão de técnicos oficiais de contas, agora designados de contabilistas certificados, e foi o primeiro bastonário da instituição.

Foi ainda deputado pelo PS na Assembleia da República entre 1983 e 1995 e autor do projeto-lei que regulamentou a profissão de Técnico Oficial de Contas.

António Domingues de Azevedo tinha 66 anos e faleceu hoje, em Famalicão, onde nasceu e vivia, vítima de doença prolongada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.