Polícias holandeses e australianos a caminho do local da queda do avião da Malaysia Airlines

Polícias holandeses e australianos a caminho do local da queda do avião da Malaysia Airlines

 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Jul de 2014, 12:08

Polícias holandeses e australianos seguiram para o local da queda do avião da Malaysia Airlines, numa zona controlada pelos separatistas pró-russos no leste da Ucrânica, noticiou a agência francesa AFP.

 

A equipa deixou Donetsk com destino ao local, a cerca de 60 quilómetros a leste da cidade.

Esta é a segunda tentativa de chegar ao local da queda do voo MH17, depois de, no domingo, os polícias terem renunciado à deslocação devido aos combates na zona.

A 17 de julho, o voo MH17 da Malaysia Airlines, que ligava Amesterdão a Kuala Lumpur, foi abatido quando sobrevoava território ucraniano controlado pelos rebeldes. Das 298 pessoas que seguiam a bordo, 193 eram holandeses.

Alguns dos cadáveres continuam no local, mas 227 caixões com os restos mortais de pessoas de 17 nacionalidades seguiram para a Holanda, para identificação.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.