Passos e Costa defendem que debate foi esclarecedor, com críticas à mistura

Passos e Costa defendem que debate foi esclarecedor, com críticas à mistura

 

Lusa/AO Online   Nacional   17 de Set de 2015, 12:23

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e o secretário-geral do PS, António Costa, defenderam hoje, após o último debate entre os dois, que o debate foi esclarecedor, com o socialista a criticar o opositor.

 

"Espero que com as regras que seguimos neste debate ele possa ter contribuído ainda mais do que o da semana passada para o esclarecimento dos portugueses. Confrontámos ideias que se percebe que são muito distintas, quer sobre o passado, quer sobre o futuro", apontou Pedro Passos Coelho, em declarações aos jornalistas.

Já António Costa, que respondeu às perguntas dos jornalistas, ao contrário do que fez na semana passada, afirmou que "ficou claro que o dr. Passos Coelho não tem nada a propor aos portugueses relativamente ao futuro a não ser esconder, mais uma vez, o seu programa".

Questionado sobre a poupança nas prestações sociais, tema bastante discutido durante o debate, o secretário-geral do PS referiu que é uma economia de cerca de 250 milhões de euros por ano na despesa da Segurança Social, acrescentando que as prestações que não sejam pensões vão ser suportadas pelos impostos.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.