Parlamento Europeu aprova mecanismo para proteger produtores de banana

Parlamento Europeu aprova mecanismo para proteger produtores de banana

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   2 de Fev de 2017, 11:34

O Parlamento Europeu aprovou um mecanismo de salvaguarda para proteger os produtores de banana europeus na sequência da adesão do Equador ao acordo comercial entre a União Europeia (UE) e a Colômbia e o Peru.

 

As novas regras, já negociadas com o Conselho da UE, introduzem um alerta precoce para antecipar e reagir melhor ao aumento das importações e evitar perturbações no mercado europeu.

O Equador é o principal exportador de bananas para a UE e os principais produtores europeus são a Espanha, a França e Portugal, em particular a região ultraperiférica da Madeira e também nos Açores.

O regulamento hoje aprovado por 544 votos a favor, 78 contra e 21 abstenções estende ao Equador o atual mecanismo de estabilização para as bananas, em vigor desde 2013.

As novas regras preveem um melhor acompanhamento e controlo da evolução das quantidades e dos preços das importações e do seu impacto no mercado europeu.

Haverá um "alerta precoce" quando os volumes de importação atingirem 80% do limiar de desencadeamento do mecanismo de estabilização.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.