Marcelo considera "uma boa notícia" a evolução do saldo primário


 

LUSA/AO online   Economia   25 de Mai de 2016, 19:27

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, destacou hoje, entre os dados da execução orçamental, a evolução do saldo primário, que considerou "uma boa notícia", referindo que "está contido e até tem uma subida"

À saída de uma cerimónia de entrega de prémios, no Pátio da Galé, em Lisboa, o chefe de Estado foi questionado sobre o aumento do défice orçamental, que no período até abril deste ano atingiu os 1633,6 milhões de euros, mais 56 milhões de euros do que no mesmo período de 2015.

"Os elementos que eu vi mostram que, em termos de execução, nós temos no saldo primário uma boa notícia: o saldo primário está contido e até tem uma subida de saldo primário. Portanto, isso não é mau. É uma evolução que é razoável", contrapôs Marcelo Rebelo de Sousa.

O Ministério das Finanças informou hoje o défice orçamental atingiu os 1.634 milhões de euros até abril, mais 56 milhões de euros do que no mesmo período de 2015.

Num comunicado emitido antes de a Direção-Geral do Orçamento DGO publicar a síntese de execução orçamental até abril, o Ministério das Finanças refere que este valor do défice nos quatro primeiros meses do ano "representa 29,7% do previsto para o ano" inteiro, sendo que em 2015 correspondia a cerca de 31%.

Quanto ao saldo primário, que exclui os encargos com a dívida pública, o ministério de Mário Centeno indica que se verificou "um excedente de 1.118 milhões de euros", o que reflete uma "melhoria de 261 milhões de euros face a 2015".

Até abril, o Estado arrecadou 11.866,2 milhões de euros em impostos, mais 367,8 milhões de euros do que no mesmo período de 2015, sobretudo devido ao aumento dos impostos indiretos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.