Malaysia Airlines considera "prematuro" especular sobre destroços de avião

Malaysia Airlines considera "prematuro" especular sobre destroços de avião

 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Jul de 2015, 12:15

A companhia aérea Malaysia Airlines considerou ser "prematuro" especular sobre se os destroços de avião encontrados no Oceano Índico são do voo desaparecido MH370, enquanto as autoridades tentam identificar a sua origem.

 

A peça encontrada, com dois metros de comprimento, que parece ser parte de uma asa do avião, foi encontrada por algumas pessoas que estavam a limpar uma praia na ilha francesa da Reunião.

"Neste momento seria demasiado prematuro especularmos sobre a origem" dos destroços, disse a Malaysia Airlines em comunicado, indicando que estava a trabalhar "com as autoridades competentes para confirmar a matéria".

O ministro dos Transportes, Liow Tiong Lai, já tinha anunciado que o seu Governo enviou uma equipa de especialistas para analisar as peças encontradas, alertando para o risco de se tirarem conclusões precipitadas.

Até hoje o aparelho não foi encontrado. As autoridades malaias declararam em janeiro que consideravam todos os passageiros como mortos.

O avião desapareceu durante a noite, quando sobrevoava o Mar do Sul da China, depois de ter mudado de rota, quando se dirigia de Kuala Lumpur para Pequim, com 239 pessoas a bordo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.