Homem reivindica em vídeo um dos ataques e diz que pertence ao Estado Islâmico

Homem reivindica em vídeo um dos ataques e diz que pertence ao Estado Islâmico

 

Lusa/AO Online   Internacional   11 de Jan de 2015, 10:58

Um homem que se assemelha a Amedy Coulibaly, suspeito de ter matado uma polícia em Paris e de ter feito reféns num supermercado, reclama pertencer à organização Estado Islâmico, num vídeo que circula hoje na Internet.

Falando diretamente para a câmara, o homem disse ter agido “contra a polícia”, enquanto uma legenda o identifica como Amedy Coulibaly, o homem que matou a polícia em Montrouge e atacou o supermercado ‘kosher’ (judeu) em Paris.

Segundo a agência France Presse, no vídeo, o homem diz estar sincronizado com os irmãos Kouachi, que atacaram o jornal Charlie Hebdo na quarta-feira, fazendo 12 mortos.

Tanto os dois irmãos Kouachi como Amedy Coulibaly foram mortos durante as operações policiais.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.