Governo diz que não há motivo para restringir acesso à Montanha do Pico


 

Ana Carvalho Melo   Regional   5 de Ago de 2015, 15:43

O Governo regional afirma considerar que não existem razões para restringir o acesso à Montanha do Pico.

Numa nota do gabinete de Apoio à Comunicação Social do executivo Regional, a Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente refere que vai "manter a adequada gestão, promoção e valorização dos recursos e valores naturais e culturais em presença, ordenando e regulamentando as intervenções suscetíveis de os degradar e garantindo o acesso controlado e em segurança dos visitantes".

Na mesma nota, é afirmado que o acesso à Montanha do Pico é efetuado exclusivamente pelo trilho “PR4 PIC – Montanha” e depende de autorização prévia (título de acesso), estando limitado a 160 visitantes, em simultâneo.

"Os impactos dos visitantes na Montanha do Pico não podem ser negligenciados, mas a pressão – que é monitorizada - está longe de ser insustentável: aos 8.802 visitantes no ano de 2014 corresponde uma média diária de 24 visitantes, sendo que nem todos acederam ao Pico Pequeno", acrescenta.

Assim Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente afirma "considerar que não existem razões que aconselhem a adoção de medidas privativas da possibilidade de fruição dos valores paisagísticos, ecológicos e geológicos da Montanha do Pico".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.