Festival AngraJazz arranca hoje em Angra do Heroísmo


 

Lusa/AO Online   Regional   4 de Out de 2017, 12:28

A 19.ª edição do festival AngraJazz arranca hoje, em Angra do Heroísmo, nos Açores, procurando afirmar-se como um cartaz turístico da Terceira que conta já com 15% de público de fora da ilha.


“O AngraJazz é hoje um festival perfeitamente consolidado no panorama do jazz em Portugal. Toda a gente em Portugal que tenha o mínimo de ligação ao jazz sabe que existe o AngraJazz e gostava de poder vir ao AngraJazz”, salientou, na apresentação do cartaz, José Ribeiro Pinto, presidente da Associação Cultural AngraJazz, que organiza o festival.

O festival abre, como já é habitual, com a Orquestra AngraJazz, composta por músicos locais e dirigida por Pedro Moreira e Claus Nymark, hoje às 21:30, seguido do duo do francês Baptiste Trotignon, ao piano, com o argentino Minimo Garay, nas percussões, às 23:30.

Na quinta-feira, às 21:30, sobe ao palco do AngraJazz o quinteto do trompetista Charles Tolliver, num concerto de homenagem a Thelonious Monk, no ano em que se comemora o centenário do seu nascimento.

Na sexta-feira, atuam primeiro os portugueses Ensemble Super Moderne, às 21:30, seguidos do quarteto do baterista norte-americano Matt Wilson, às 23:30.

O festival encerra no sábado com o quinteto da cantora e violinista cubana Yilian Cañizares, às 21:30, seguido do quarteto do saxofonista norte-americano Jon Irabagon, às 23:30.

Este ano, decorrem paralelamente concertos de jazz em cafés, restaurantes, hotéis e outros espaços no centro da cidade, com as bandas da ilha Terceira Wave Jazz Ensemble e Sara Miguel Quarteto, e o duo madeirense Mano a Mano. O ‘Jazz na Rua’ iniciou-se na sexta-feira e termina no sábado.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.