Política

Estudo refuta "anti-parlamentarismo" dos portugueses


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Fev de 2010, 10:51

Apesar dos níveis "relativamente modestos" de confiança no Parlamento, "transversal a todas as regiões europeias", os portugueses não desvalorizam ou subestimam a instituição parlamentar nem desconhecem a sua actividade
A conclusão é extraída do estudo "Representação Política - O caso português em perspectiva comparada", do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE e coordenado pelos investigadores André Freire e José Leite Viegas, lançado esta semana.

"O nível de confiança dos portugueses no Parlamento encontra-se muito próximo do verificado em Espanha (…) sendo ligeiramente maior do que o observado em Itália e, inclusive, no Reino Unido - se bem que em todos estes países o nível de confiança tenha sofrido um decréscimo mais ou menos acentuado nas últimas três décadas", começam por escrever os autores do inquérito.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.