Dezoito pessoas hospitalizadas

Dezoito pessoas hospitalizadas

 

Lusa/AO Online   Internacional   15 de Set de 2017, 11:12

Dezoito pessoas foram hospitalizadas por terem sofrido ferimentos na sequência da explosão de um artefacto, hoje, na estação de metropolitano de Parssons Green, em Londres, disseram fontes policiais e do serviço de ambulâncias britânicos.

As mesmas fontes referem que os passageiros que foram hospitalizados não correm perigo de vida.

As chamas deflagraram, às 07:21, num balde de plástico depois de se ter sentido uma explosão, no interior de um comboio com capacidade para transportar 865 passageiros.

As autoridades já anunciaram que estão a lidar com a ocorrência no quadro de um “ato terrorista” que provocou uma explosão e “bolas de fogo” no interior da composição.

Parte da circulação na linha Distritct, sudoeste de Londres, Inglaterra, onde se situa Parssons Green, foi parcialmente suspensa, entre as estações de metropolitano de Wimbledon e Earls Court.

Um passageiro entrevistado pela BBC disse que ouviu uma “explosão muito forte” e que viu “pessoas com ferimentos leves, queimaduras na cara, braços e nas pernas”.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, convocou uma reunião de emergência em que vão estar presentes, durante a tarde, os principais ministros do executivo.

No Reino Unido registaram vários atentados desde janeiro, como o ataque de março frente ao Parlamento, em Londres; o ataque no estádio Arena, em Manchester, no mês de maio; e em junho numa mesquita a norte da capital britânica.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.