D. Manuel Clemente vai ser cardeal a partir de 14 de fevereiro

D. Manuel Clemente vai ser cardeal a partir de 14 de fevereiro

 

Lusa / AO online   Nacional   4 de Jan de 2015, 12:06

O Papa anunciou hoje que o Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, de 64 anos, vai ser criado cardeal a 14 de fevereiro, revelou a agência de informação católica Ecclesia.

 

Segundo a Ecclesia, o papa Francisco anunciou que vai criar 15 novos cardeais eleitores, provenientes de 14 países, entre os quais D. Manuel Clemente, Bispo de Lisboa.

Na lista de careais eleitores está também o bispo de Santiago, em Cabo Verde, D. Arlindo Furtado.

Por outro lado, o bispo emérito de Xai-Xai, em Moçambique, D. Júlio Duarte Langa, de 87 anos, é um dos cinco cardeais não-eleitores que vão ser criados a 14 de fevereiro, citou a agência.

O Consistório para a criação dos novos 15 cardeais está marcado para 14 e 15 de fevereiro e decorre depois de um encontro de dois dias (a 12 e a 13) com todo o Colégio Cardinalício sobre a reforma da Cúria Romana.

A 22 de fevereiro de 2014 o papa já tinha criado 19 cardeais, dos quais 16 eleitores.

Habitualmente o papa nomeia os patriarcas como cardeais eleitores no primeiro consistório após a tomada de posse, mas, no caso de D. Manuel Clemente, este primeiro consistório ocorreu quando o patriarca emérito José Policarpo era ainda cardeal eleitor.

É habitual não existirem dois cardeais eleitores na mesma diocese.

Neste momento, há 110 cardeais eleitores, dos 52 são da Europa.

Até agora, representavam Portugal no Colégio Cardinalício D. José Saraiva Martins, prefeito emérito da Congregação para as Causas dos Santos, e D. Manuel Monteiro de Castro, penitenciário-mor emérito.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.