Cordeiro pede mobilização para garantir vitória do PS nas urnas

Cordeiro pede mobilização para garantir vitória do PS nas urnas

 

LUSA/AO Online   Regional   24 de Set de 2016, 15:27

O líder do PS/Açores e recandidato a presidente do Governo Regional advertiu hoje que o partido ainda não ganhou as eleições porque só contam os votos nas urnas e apelou à mobilização pela democracia e autonomia.

“Dizem por aí, não com boas intenções, que o PS já ganhou as eleições. Cuidado por dois motivos. Em primeiro lugar, porque só contam os votos que entrarem nas urnas a 16 de outubro e cuidado também porque este é um dos maiores ataques e feridas que podem ser infringidas à nossa democracia e autonomia, que é o desmerecer do ato eleitoral”, afirmou Vasco Cordeiro. O cabeça de lista socialista pelo círculo de São Miguel às eleições regionais dos Açores, que falava num jantar comício na freguesia dos Arrifes, concelho de Ponta Delgada, considerou que “o tempo é de mobilização geral a favor da democracia e autonomia, a favor dos Açores e dos açorianos, para que com uma grande vitória" haja "uma grande vitória da democracia nos Açores e da autonomia”. “Cada vez mais nesta caminhada eleitoral que estamos a fazer se torna claro e evidente que é o PS que traz a marca do futuro”, disse Vasco Cordeiro, que lidera o executivo regional há quatro anos. Cordeiro justificou que o PS/Açores não está obcecado com o passado, nem tem "um mal disfarçado azedume" e "ao longo de cinco eleições o povo açoriano decidiu em liberdade e democracia quem queria que governasse a região”. Sem nunca se referir ao PSD, partido que governou o arquipélago durante os primeiros 20 anos da autonomia, Vasco Cordeiro afirmou que “o futuro constrói-se aprendendo com o passado e não lamentando o passado". "O futuro constrói-se não com a força da crítica destrutiva e ‘bota a baixo’ permanente, não com a oposição a tudo e a todos, mas sim com a força de um sonho e a vontade de o concretizar", acrescentou. No jantar comício, que contou com a presença do secretário-geral do PS, António Costa, e do presidente honorário do PS/Açores, Carlos César, o líder regional dos socialistas considerou que a presença de ambos é “mais uma prova do apoio e empenho do PS nacional aos socialistas regionais”. “Uma presença que tem também um significado deste ser um desafio eleitoral que congrega o apoio e a esperança de todo o partido e que, por isso, uma grande vitória dos socialistas açorianos a 16 de outubro será também uma grande vitória de todos os socialistas portugueses”, salientou Vasco Cordeiro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.