Brasil cria 77 mil postos formais de trabalho em janeiro

Brasil cria 77 mil postos formais de trabalho em janeiro

 

Lusa/AO online   Internacional   5 de Mar de 2018, 14:41

O Brasil criou 77.800 empregos formais em janeiro, após três anos sem novas contratações, com todas as garantias laborais, no primeiro mês do ano, anunciou hoje o Ministério do Trabalho.

O saldo positivo registado no período em causa é a diferença entre as 1.284 milhões de entradas e os 1.206 milhões que deixaram de ter contrato de trabalho com alguma empresa, de acordo com o Governo.

É a primeira vez que o Brasil cria empregos desde 2014, ano em que se iniciaram dois anos de recessão, de que o país saiu somente em 2017, quando a economia cresceu 1%.

Para o ministro do Trabalho, Helton Yomura, os dados de janeiro "mostram que as medidas tomadas pelo Governo para a recuperação da economia e dos empregos formais eram corretas" e estão "no caminho certo".

De acordo com o Ministério do Trabalho, dos oito setores analisados cinco obtiveram saldo positivo de contratações em janeiro, com destaque para o setor de transformação, que criou 49.500 postos formais de trabalho.

No ano passado, o Brasil perdeu 20.832 postos de trabalho formais, completando três anos consecutivos de redução desta taxa.

A perda de empregos em 2017, no entanto, foi muito menor do que de 2016, quando a economia brasileira eliminou 1,32 milhões de empregos, e que a de 2015, quando as saídas superaram as contratações em 1,53 milhões.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.