Campanha Eleitoral

BE defende aprofundamento da autonomia para Açores terem a "última palavra"

BE defende aprofundamento da autonomia para Açores terem a "última palavra"

 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Set de 2015, 18:58

O cabeça de lista do Bloco de Esquerda pelo círculo dos Açores nas eleições legislativas defendeu hoje um aprofundamento da autonomia, no sentido de o arquipélago passar a ter a "última palavra" em assuntos de interesse regional.

“Para o BE, o aprofundamento da autonomia passa por os Açores terem a última palavra, a decisão final nos assuntos que digam respeito à nossa população e território”, afirmou António Lima, numa declaração feita dentro do monumento com repuxos desativados existente na Rotunda da Autonomia, em Ponta Delgada.

Para o candidato bloquista, as propostas feitas antes da campanha eleitoral, por PS e PSD, “de criação de cargos, extinção de outros e governos de ilha não são a reforma fundamental de que a autonomia açoriana precisa”.

“O essencial para o BE é que a autonomia açoriana tenha poder vinculativo nas decisões nacionais que nos digam respeito, como, por exemplo, os acordos internacionais que utilizem a nossa posição geoestratégica ou a utilização do nosso mar”, referiu António Lima, acrescentando que só assim se pode definir o que se quer em concreto para região.

Vincando que a autonomia é um “processo em construção”, António Lima considerou que o atual estado da Rotunda da Autonomia “não é o melhor exemplo daquilo que se pretende”, defendendo que devem ser “sempre encontrados novos modos de conseguir melhorar”.

A rotunda, em Ponta Delgada, foi construída no Governo Regional liderado por Mota Amaral (PSD) e reabilitada no executivo liderado por Carlos César (PS), mas há vários anos que o repuxo está inativo.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.