"West" de Marco Pires em exposição na Fonseca Macedo

"West" de Marco Pires em exposição na Fonseca Macedo

 

Ana Carvalho Melo   Cultura e Social   14 de Out de 2015, 18:22

A galeria Fonseca Macedo inaugura no sábado, pelas 18h30, a exposição "West" de Marco Pires.

Segundo o artista, a exposição “West” é constituída por uma série de desenhos e fotografias que “fazem parte do mesmo corpo de trabalho”.

“Um mapa é uma mentira, afirma Mark Monmonier, e eu tento explorar a impossibilidade da representação da realidade em artefactos científicos como os mapas, que são um processo de síntese que não abarca a complexidade da realidade”, afirmou o artista sobre os trabalhos em exposição, acrescentando que este trabalho surge “na senda do meu percurso anterior que parte de documentação científica sobre o espaço e as suas representações para depois o desconstruir e criar incursões na deriva”.

Marco Pires revelou ainda que esta série de desenhos foi feita com recurso a grafite em pó e mapas de um antigo atlas que adquiriu num alfarrabista numa viagem que fez em 2012, pelo deserto de Joshua Tree, na Califórnia. Para João Pinharanda, historiador e crítico de arte e autor do texto de apresentação desta mostra, “West” representa “o paradigma da ‘land art’, como declinação da arte conceptual, que o trabalho de Marco Pires cita e, em simultâneo, nega – precisamente porque não assume a natureza como realidade mapeável mas como ficção que, sugerindo-se como libertadora (já que permite pensar num lugar total onde tudo pode ser/acontecer), se resolve afinal como constrangedora (cerceada pelo próprio facto de apenas existir como utopia)”.

Marco Pires nasceu em Alcobaça em 1977, tendo estudado Artes Plásticas-Pintura na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Fez a sua primeira exposição em 1995, tendo feito parte da “short list” dos prémios EDP em 2015.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.