Viagens turísticas de residentes em Portugal crescem 11,5% no 2.º trimestre

Viagens turísticas de residentes em Portugal crescem 11,5% no 2.º trimestre

 

Lusa/AO online   Economia   3 de Nov de 2014, 14:12

As viagens turísticas dos residentes em Portugal aumentaram 11,5%, no segundo trimestre, face ao mesmo período de 2013, o que se deve "em larga medida" ao facto do período da Páscoa ter ocorrido no segundo trimestre este ano.

 

O Instituto Nacional de Estatística (INE), responsável pelo indicador hoje divulgado, sublinha que a Páscoa em 2013 deu-se no primeiro trimestre do ano, ao passo que este ano o período pascal decorreu no segundo trimestre, o que justifica parte do aumento.

"O motivo para viajar mais frequentemente referido pelos residentes foi 'visita a familiares ou amigos', que reuniu 46,5% do total de deslocações turísticas. No mês de junho, as motivações relacionadas com 'lazer, recreio ou férias' foram as mais expressivas, tendo correspondido a 44,3% do total de viagens efetuadas", assinala o INE.

Os residentes em Portugal efetuaram cerca de 4,4 milhões de deslocações turísticas em abril, maio e junho, um aumento de 11,5% face ao mesmo trimestre de 2013, "em contraste com as reduções ocorridas nos dois trimestres anteriores".

"Para esta variação contribuiu especialmente o mês de abril que registou um crescimento significativo de 30,2%, devido aos movimentos associados ao período Pascal desfasado do ano anterior, como já referido. Em maio o acréscimo de viagens foi de 12,6%, mas em junho registou-se um decréscimo de 4,6%", aponta a entidade.

O INE frisa ainda que nos primeiros seis meses do ano observou-se um crescimento de 4,2% no número de viagens do género.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.