Venezuela admite reduzir produção de crude para travar queda do preço do petróleo

Venezuela admite reduzir produção de crude para travar queda do preço do petróleo

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Nov de 2014, 21:22

A Venezuela admite reduzir a produção de crude para travar a descida dos preços do petróleo, que segundo Caracas deverá ser de 100 dólares por barril, anunciou hoje o ministro venezuelano de Relações Exteriores.

 

"Todos os países estão preocupados com a descida dos preços do petróleo. Não é a primeira vez que isso acontece e não é a primeira vez que os nossos países se coordenam e põem de acordo para defender os interesses comuns, seja na Petrocaraíbas ou na OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), conseguimos fazer subir os preços", disse.

Rafael Ramirez falava na XIV Cimeira do Conselho de Ministros da Petrocaraíbas, que se realiza em Caracas, durante a qual precisou que a Venezuela aguarda pela decisão que a OPEP tomará na próxima reunião, prevista para 27 de novembro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.