Vasco Cordeiro torna-se confrade honorário da Confraria do Queijo de São Jorge

Vasco Cordeiro torna-se confrade honorário da Confraria do Queijo de São Jorge

 

LUSA/AOnline   Regional   23 de Abr de 2017, 18:57

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, foi hoje entronizado confrade honorário da Confraria do Queijo de São Jorge, associação criada há 25 anos com o objetivo promover o produto e a sua Denominação de Origem Protegida (DOP).

“É uma honra muito grande pertencer a uma confraria que já passou o quarto de século de existência e que tem sido, nas vertentes técnica e lúdica, uma peça essencial neste processo de desenvolvimento da ilha de São Jorge e, por conseguinte, da nossa região”, salientou o presidente do executivo açoriano, na cerimónia que decorreu na vila das Velas, em São Jorge.

Criada a 22 de novembro de 1991, a Confraria do Queijo de São Jorge é responsável também pela certificação e controlo dos queijos produzidos na ilha.

Na cerimónia, Vasco Cordeiro alertou para a necessidade de união de esforços entre entidades públicas e privadas em torno da criação de uma estratégia para reforçar a promoção e a comercialização dos produtos lácteos açorianos.

“Temos desafios pela frente que se centram, fundamentalmente, na componente da comercialização e da promoção e que continuam a exigir essa comunhão e essa união de esforços no sentido de sermos bem-sucedidos neste processo”, salientou.

O presidente do executivo açoriano adiantou que em breve se iniciarão trabalhos para “definir uma estratégia de promoção dos laticínios dos Açores que possa, quer em função das características dos produtos açorianos, quer em função dos seus mercados preferenciais, ajudar a vencer os desafios com que o setor está confrontado”.

Vasco Cordeiro destacou como “particularmente interessante” uma candidatura a fundos comunitários para a promoção dos laticínios dos Açores, apresentada através de um dos sócios do Centro Açoriano de Leite e Laticínios (CALL).

“Trata-se de uma verba que, ao longo de três anos, ascende a cerca de 2,2 milhões de euros e que está efetivamente ao serviço do nosso setor agrícola e daquela que é neste momento uma das áreas em que necessitamos de aprofundar e de melhorar este trabalho”, frisou.

Vasco Cordeiro já tinha sido também entronizado confrade honorário pela Confraria do Leite dos Açores, em novembro de 2013.

 

* Notícia atualizada às 19h57


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.