Vasco Cordeiro pede aos emigrantes para investirem na região

Vasco Cordeiro pede aos emigrantes para investirem na região

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Ago de 2014, 11:51

O presidente do Governo dos Açores apelou aos emigrantes açorianos nos Estados Unidos e seus descendentes para investirem no arquipélago, apontando a "boa oportunidade" que representa o acordo de comércio que EUA e Europa estão a negociar.

"Os Açores, pela sua posição geoestratégica, têm um papel de primordial importância neste domínio", afirmou Vasco Cordeiro, que considera que "o Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento entre os EUA e a União Europeia é uma boa oportunidade para esta possibilidade de cooperação”.

Segundo uma nota divulgada hoje pelo Governo Regional, Vasco Cordeiro falava na quarta-feira em San José, Califórnia, durante um encontro com açorianos e descendentes de emigrantes das ilhas que vivem neste estado norte-americano.

Durante este encontro, a comitiva açoriana apresentou "oportunidades de investimento" no arquipélago, tendo Vasco Cordeiro destacado que os Açores se podem assumir como uma "porta de entrada na Europa".

"O atual momento entre os EUA e a União Europeia é propício a este tipo de iniciativa”, disse o presidente do executivo açoriano, citado no mesmo comunicado.

“Este é um momento que permite apresentar os Açores que foi possível construir ao longo dos quase 40 anos de Autonomia. Uma região que, sem prejuízo dos desafios que tem pela frente, é uma região moderna, que soube infraestruturar-se de forma eficaz, criando condições que a tornam atrativa”, acrescentou.

Para os Açores, o turismo e o mar são áreas "estratégicas" para captar investimento externo, além de as ilhas terem "vantagens comparativas" em relação ao resto do país, como um regime fiscal ou um sistema de incentivos próprios.

Antes deste encontro com empresários açorianos, Vasco Cordeiro foi recebido pelo presidente do Senado da Califórnia, Darrel Steinberg, tendo afirmado, segundo um outro comunicado do executivo regional, que os Açores querem dar "novo impulso" ao acordo de geminação que assinaram em 2002 com este estado norte-americano.

Também a este propósito Vasco Cordeiro referiu o acordo de comércio entre os EUA e a União Europeia, salientando "o papel" que os Açores poderão desempenhar nesse contexto.

Durante esta visita à Califórnia, Vasco Cordeiro vai ainda presidir, na sexta-feira, à sessão de abertura da Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores.

A Califórnia é o estado dos EUA com maior presença portuguesa, estimando-se que mais de 70% seja de origem açoriana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.