Vasco Cordeiro leva ao Canadá mensagem sobre nova realidade dos Açores

Vasco Cordeiro leva ao Canadá mensagem sobre nova realidade dos Açores

 

Lusa/AO online   Regional   3 de Mai de 2018, 09:03

O presidente do Governo Regional dos Açores defendeu esta quinta-feira, perante representantes da comunidade portuguesa em Otava, que a realidade açoriana é agora diferente, num discurso em que elogiou os compatriotas que ajudaram a construir o atual Canadá.

Vasco Cordeiro falava perante cerca de duas centenas de pessoas no Centro Português Recreativo Lusitânia, o primeiro ponto de um programa de quatro dias de visita oficial do primeiro-ministro, António Costa, ao Canadá.

O responsável proferiu um discurso curto mas muito emotivo, durante o qual se referiu ao entusiasmo de estar a partilhar momentos com gente da sua terra, que "por opção, ou por oportunidade, decidiu um dia procurar um melhor futuro no Canadá".

"Passem os anos que passarem os meus caros amigos e amigas não são esquecidos, da mesma forma que também vocês não esquecem a terra que vos viu nascer", declarou o presidente do Governo Regional dos Açores.

Vasco Cordeiro fez depois questão de sustentar a ideia de que a realidade dos Açores é agora bem diferente em relação ao tempo em que a maioria daqueles emigrantes abandonou a sua terra.

"Se é certo que esta visita tem o objetivo de conhecer melhor, de forma mais direta, as comunidades aqui no Canadá, também é uma oportunidade para dar a conhecer o país e a região dos Açores que temos hoje. Este é um grande serviço que podemos prestar às causas de Portugal e dos Açores", acrescentou o presidente do Governo Regional dos Açores.

Perante os representantes da comunidade portuguesa, Vasco Cordeiro deixou mais uma mensagem em tom emotivo: "Esta é uma oportunidade para se ver aquilo que açorianos ajudaram a construir aqui no Canadá".

"O progresso deste país também é fruto do vosso trabalho e do vosso empenho. Isso é para mim um grande motivo de orgulho", acrescentou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.