Vasco Cordeiro diz que é preciso evitar "suspeição" de "qualquer tipo de troca" com EUA


 

Lusa/AO online   Regional   19 de Jan de 2015, 17:24

O presidente do Governo Regional advertiu para a necessidade de evitar que "se instale a suspeição" que há "qualquer tipo troca" entre Portugal e os Estados Unidos para resolver a redução na Base das Lajes.

 

As posições do presidente do Governo Regional dos Açores foram assumidas no final de uma audiência com o Presidente da República, Cavaco Silva, no Palácio de Belém.

Nas declarações aos jornalistas, Vasco Cordeiro defendeu que suscitar a revisão integral do Acordo de Cooperação e Defesa "tem a vantagem" de demonstrar que "o espírito e o entendimento" até agora existente entre Portugal e Estados Unidos "foi afetado" e "de evitar que se instale a suspeição de que pode ter havido aqui qualquer tipo de troca".

"Ou seja, que a questão das Lajes pode ter sido trocada por uma questão das outras áreas previstas no Acordo de Cooperação e Defesa" e que dizem respeito a áreas como equipamento militar, cooperação militar, treino e indústrias de Defesa, referiu o presidente do governo açoriano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.