Vasco Cordeiro diz que comemorações nos Estados Unidos em 2018 são "grande notícia"


 

LUSA/AO online   Regional   2 de Jun de 2017, 17:11

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, considerou hoje uma "grande notícia" as comemorações de 2018 do Dia de Portugal realizarem-se junto da diáspora nos Estados Unidos, sublinhando que seria

"Acho que é uma grande notícia, uma grande notícia para as nossas comunidades, para as comunidades portuguesas desse país que são, maioritariamente, açorianas. É uma excelente notícia e só penso numa forma de essa notícia ser ainda melhor, era se essas comemorações decorressem também nos Açores”, afirmou à agência Lusa o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, sublinhando que “seria perfeito”.

O atual Presidente da República iniciou em 2016, ano em que tomou posse, um modelo inédito de comemorações do 10 de Junho, acertado com o primeiro-ministro, António Costa, em que as celebrações começam em território nacional e depois se estendem a um país estrangeiro com comunidades emigrantes portuguesas.

Em 2016, as cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas começaram em Lisboa e estenderam-se a Paris, em França. Este ano, começarão no Porto e terminarão em São Paulo e no Rio de Janeiro, no Brasil.

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou hoje à agência Lusa que o país estrangeiro que vai ser palco das comemorações do Dia de Portugal em 2018 é os Estados Unidos da América.

“Para o ano vamos ter uma grande festa, porque o 10 de junho vai ser nos Estados Unidos da América”, afirmou o chefe de Estado, adiantando que vai “passar por vários sítios onde há comunidades açorianas que nunca mais acabam”.

Marcelo Rebelo de Sousa deu conta das comemorações do 10 de junho do próximo ano nos Estados Unidos depois de ter tirado uma fotografia com um casal de emigrantes açorianos radicados em Boston, naquele país, no decorrer do almoço que reuniu mais de mil idosos na Praia da Vitória, na Terceira, ilha onde hoje cumpre o segundo dia de deslocação aos Açores.

Questionado pela Lusa sobre quando visitará a diáspora açoriana, o chefe de Estado adiantou que será já no próximo ano, no Dia de Portugal.

Segundo a Direção Regional das Comunidades, que cita dados dos últimos censos norte-americanos, a comunidade portuguesa nos Estados Unidos é de cerca de 1,4 milhões de pessoas, estimando-se que 70% seja de origem açoriana.

Não obstante estar representada em todos os estados daquele país, a comunidade açoriana é mais expressiva na Califórnia, Massachusetts e Rhode Island.

Entre 1960 e 2014, saíram da região com destino aos Estados Unidos 96.292 emigrantes, informou a Direção Regional das Comunidades.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.