Último balanço do sismo em Taiwan indica dez mortos e sete desaparecidos

Último balanço do sismo em Taiwan indica dez mortos e sete desaparecidos

 

Lusa/AO online   Internacional   8 de Fev de 2018, 14:34

O último balanço provisório do sismo de magnitude 6,4 ocorrido na terça-feira em Halite, a leste de Taiwan, indica que o registo de mortos subiu para dez, enquanto o número de desaparecidos manteve-se em sete.

As autoridades taiwanesas revelaram que esta quinta-feira foram encontrados três outros corpos sem vida e que cinco das vítimas mortais são de Taiwan, enquanto quatro têm nacionalidade chinesa e uma é filipina.

As operações de socorro e resgate continuaram hoje num imóvel de 12 andares em Hualien, que se encontra com uma inclinação de 50 graus, com um elemento da Cruz Vermelha a revelar que a estrutura se moveu pelo menos cinco graus na noite de quarta-feira e na madrugada de hoje.

Seis edifícios de Hualien ficaram bastante danificados e três deles ruíram parcialmente, incluindo um hotel, cujo piso térreo abateu, matando um funcionário e deixando outros dois presos nos escombros.

O sismo ocorreu às 23:50 locais (15:50 em Lisboa) na noite de terça-feira, com epicentro a 18 quilómetros da cidade de Hualien e foi sentido em toda a ilha, incluindo na capital, Taipé.

De acordo com as autoridades, pelo menos 256 pessoas ficaram feridas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.