UE condena lançamento pela Coreia do Norte e pede fim das provocações

UE condena lançamento pela Coreia do Norte e pede fim das provocações

 

Lusa/AO online   Internacional   29 de Ago de 2017, 12:13

OI chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Federica Mogherini, condenou o lançamento pela Coreia do Norte de um míssil que sobrevoou o Japão e exortou Pyongyang a abster-se de mais provocações.


Segundo as autoridades japonesas, o míssil sobrevoou na segunda-feira à noite a ilha de Hokkaido (norte) e caiu no Oceano Pacífico, 1.180 quilómetros da costa japonesa, sem provocar danos.

"Estas ações constituem manifestas violações das obrigações internacionais da República Democrática da Correia do Norte estabelecidas em várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", afirmou Mogherini em comunicado.

A chefe da diplomacia europeia proclama no texto "pleno apoio ao Japão e ao povo japonês face a esta ameaça direta".

O lançamento, feito depois de várias semanas de tensão e de escalada verbal entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, "representa uma grave ameaça à paz e à segurança internacionais", acrescentou Mogherini, pedindo a Pyongyang que se "abstenha de qualquer nova ação provocadora que possa acentuar a tensão regional e global".

Finalmente, a alta representante da UE para a política externa afirma que Bruxelas "apoia plenamente o pedido de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU" a realizar hoje e considera "essencial para a comunidade internacional estar unida para responder a este desafio".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.