Turismo chinês fatura quase 700 mil milhões de euros em 2017

Turismo chinês fatura quase 700 mil milhões de euros em 2017

 

Lusa/AO online   Economia   9 de Jan de 2018, 09:24

A indústria do turismo na China, o maior emissor mundial de turistas, faturou 5,4 biliões de yuan (695 mil milhões de euros) no ano passado, indicou a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

Trata-se de um valor equivalente a mais de três vezes o Produto Interno Bruto (PIB) português.

No mesmo período, a China registou cinco mil milhões de deslocações turísticas internas, que geraram uma receita total de 587 mil milhões de euros. Esta receita representa uma subida de 69% em relação a 2012, fixando o crescimento anual médio em 15,8%, segundo a mesma fonte.

Em média, cada chinês fez 3,7 viagens dentro do país.

Já 129 milhões de chineses viajaram para o estrangeiro em 2017, mais 5,7% do que no ano anterior, acrescentou a agência, que cita dados oficiais do setor.

A China é o país mais populoso do mundo, com cerca de 1.400 milhões de habitantes.

O turismo gerou ainda 80 milhões de empregos no país e tornou-se uma importante ferramenta na redução da pobreza, segundo os dados citados pela agência chinesa.

A China superou, em 2011, os Estados Unidos como o maior emissor mundial de turistas.

A maioria dos turistas chineses fica por Hong Kong e Macau, as duas Regiões Administrativas Especiais da China, mas o Sudeste Asiático, Estados Unidos, Europa e Austrália atraem cada vez mais a nova classe média chinesa, numa vaga que beneficia também Portugal.

Entre 2013 e 2016, o número de turistas chineses que visitaram Portugal quase duplicou, para 183 mil.

Em julho passado, foi inaugurado o primeiro voo direito entre Pequim e Lisboa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.