Saúde

Tuberculose continua a ser das mais mortais

Tuberculose continua a ser das mais mortais

 

Lusa/AO online   Nacional   11 de Nov de 2010, 10:42

O número de novos casos de tuberculose permanece estável no mundo, embora a doença continue a ser uma das principais causas de morte, afirma um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), publicado esta quinta-feira.
O relatório destaca também os progressos realizados no Brasil, China, Índia, Camboja, Tanzânia e Uganda.

No seu relatório anual sobre a tuberculose, a OMS estima que 9,4 milhões de pessoas contraíram a doença em 2009, tal como em 2008, das quais 1,7 milhões morreram.

Este número continua a fazer da tuberculose uma das maiores causas de mortalidade no mundo.

“A incidência (de novos casos) da tuberculose está em queda ou estável nos 22 países com maior incidência da doença, excepto na África do Sul”, indicou um dos autores do relatório anual da OMS, Philippe Glaziou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.