Economia

TSD culpam governo regional socialista pelo crescimento do desemprego

TSD culpam governo regional socialista pelo crescimento do desemprego

 

Lusa / AO online   Regional   28 de Jan de 2010, 15:13

Os Trabalhadores Social Democratas (TSD) dos Açores atribuíram esta quinta-feira ao governo regional, de maioria socialista, responsabilidades pelo crescimento do desemprego no arquipélago, recordando que a perda de postos de trabalho se agrava desde 2003.
Há seis anos que "cresce o desemprego [nos Açores] e diminuem as ofertas de emprego e, em apenas 12 meses, temos mais cerca de 2 000 desempregados", afirmou o líder do TSD/Açores, Rui Ramos, numa conferência da imprensa em Ponta Delgada.

Segundo os dados que citou, no final de 2009 a taxa de desemprego nos Açores era de sete por cento, contra dois por cento em 2003.

Para o presidente dos TSD/Açores, a evolução do desemprego no arquipélago revela que "falharam as medidas governamentais de combate à crise", acusando o executivo regional de, "por razões meramente eleitoralistas", ter "tardado a reconhecê-la, atrasando deliberadamente as medidas que há muito deveriam ter sido tomadas".

Em consequência dessa estratágia, a pobreza cresceu nos Açores, onde, em Novembro de 2009, se registava "a mais elevada taxa" de incidência do Rendimento Social de Inserção.

Na altura, segundo referiu Rui Ramos, os Açores tinham 19 946 beneficiários, o que representa oito por cento, contra 3,9 por cento da média nacional.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.