Treze mortos e dezenas de feridos devido a tempestade em Moscovo

Treze mortos e dezenas de feridos devido a tempestade em Moscovo

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   29 de Mai de 2017, 17:49

Treze pessoas morreram e dezenas ficaram feridas devido a uma tempestade que atingiu repentinamente a cidade e a região de Moscovo, arrancando centenas de árvores, segundo as autoridades locais.

 

O departamento de saúde de Moscovo informou que “mais de 50 pessoas, entre as quais crianças, tiveram de recorrer a assistência médica. Onze pessoas morreram”.

O comité de investigação russo acrescentou que outras duas pessoas foram encontradas mortas na região de Moscovo: uma menina de 11 anos, atingida por uma árvore, e um homem de 57, atingido por uma cerca.

“Os feridos dividiram-se por dez estabelecimentos médicos” da capital russa, precisou o departamento municipal de Saúde, referindo que o balanço é provisório.

Um balanço anterior dava conta de seis mortos e cerca de quarenta feridos.

“Um furacão destrutivo abateu várias centenas de árvores. Estamos a tomar todas as medidas necessárias”, escrever o presidente da câmara de Moscovo, Sergueï Sobianine, na rede social Twitter.

Os ventos atingiram cerca de 22 metros por segundo, acompanhados de fortes chuvas, provocaram atrasos nos aeroportos de Moscovo e o comboio expresso com ligação a Vnoukovo teve de interromper a viagem devido à queda de uma árvore na linha.

O diretor dos serviços meteorológicos, Roman Vilfand, referiu, em declarações à rádio Ekho Moskvy, que uma nova tempestade poderá abater-se sobre Moscovo ainda na tarde de hoje ou na noite de hoje para terça-feira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.