Três famílias portuguesas residiam no prédio que ardeu em Londres, uma está por localizar


 

  Internacional   14 de Jun de 2017, 08:32

Três famílias de portugueses residiam no prédio em Londres que hoje ficou destruído por um incêndio e uma delas, de quatro elementos, ainda não foi localizada, informou a cônsul-geral de Portugal na capital britânica.

 

Joana Gaspar adiantou à agência Lusa que as restantes duas famílias já foram contactadas pelo consulado e estão bem, embora tenham perdido as suas casas. Além das três famílias, há ainda dois outros portugueses que viviam no prédio, e que se encontram bem.

O incêndio num prédio residencial em Londres causou “vários mortos” e pelo menos 30 feridos, disseram fontes das autoridades.

“Há vários mortos. Não posso confirmar um número neste momento, devido ao tamanho e complexidade do prédio”, afirmou Dany Cotton, responsável pela Brigada de Incêndios de Londres, em declarações à imprensa.

O incêndio de grandes dimensões deflagrou hoje à 01:15 (mesma hora em Lisboa) na torre Grenfell, numa zona próxima de Notting Hill.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.