Tibete

"Tecto do Mundo" nunca obteve reconhecimento internacional

"Tecto do Mundo" nunca obteve reconhecimento internacional

 

Lusa / AO online   Internacional   17 de Fev de 2010, 10:35

O Tibete, anexado pela China desde 1950, não é reconhecido oficialmente por qualquer país do mundo.
O crescente peso da China no cenário internacional após a revolução liderada por Mao Tsé Tung em 1949, explica em parte esta retracção Uma posição cautelosa e que contrasta com os vários apoios explícitos à ilha de Taiwan, também reivindicada por Pequim como parte integrante do seu território.

Quando as tropas chinesas entram em Lhasa, capital do "Tecto do Mundo", o Tibete mantinha relações diplomáticas, económicas e culturais com o Nepal, Sikkim (um estado da União Indiana com maioria étnica nepalesa), Mongólia, China, Índia britânica, e em certa medida com a União Soviética e o Japão.

O vizinho Nepal possuía embaixador em Lhasa, e durante a II Guerra Mundial o Ministério dos Negócios Estrangeiros tibetano tinha promovido negociações com enviados do Presidente dos EUA, Franklin Roosevelt, para discutir o esforço de guerra aliado contra o Japão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.