Teatro Micaelense promove feira do disco usado para celebrar Dia Mundial de Música

Teatro Micaelense promove feira do disco usado para celebrar Dia Mundial de Música

 

LUSA/AO online   Cultura e Social   10 de Set de 2015, 16:22

O Teatro Micaelense, nos Açores, vai promover pela primeira vez uma feira de discos usados e dois concertos gratuitos para celebrar a 1 de outubro o Dia Mundial da Música de forma "mais informal", foi hoje anunciado

"É uma feira na perspetiva da compra ou da troca de géneros. No fundo é colocar a música nas suas várias formas", afirmou o administrador do Teatro Micaelense, Alexandre Pascoal, em declarações à Lusa, acrescentando que serão aceites na feira discos de vinil, cassetes, CD e DVD com música de vários géneros.

A inscrição para venda na feira é gratuita e deverá ser realizada até 29 de setembro na bilheteira do Teatro Micaelense, em Ponta Delgada.

Alexandre Pascoal referiu que haverá um formulário de inscrição e que será feita, posteriormente, uma triagem das propostas que chegarem, dadas as limitações de espaço, que apenas comporta seis a oito participantes.

“Quem é melómano neste tipo de situação descobre sempre pequenas preciosidades. Há pessoas que dão mais importância a um determinado disco, grupo ou formato e ao lado há alguém que coleciona ou segue e no fundo aproveita estes espaços para descobrir preciosidades”, disse Alexandre Pascoal, acrescentando que, ao contrário dos últimos anos, o Dia Mundial da Música será celebrado no Teatro Micaelense de forma “mais aberta, descomprometida e informal”.

Segundo o administrador, as portas do edifício abrirão mais cedo para permitir que as pessoas possam visitar a feira e depois assistir a dois concertos gratuitos e com estilos e ambientes diferentes, cujos bilhetes terão de ser previamente levantados na bilheteira.

No dia 01 de outubro, pelas 21:00 (mais uma hora no continente), atuará a jovem música açoriana Sara Cruz, que fará a estreia do seu primeiro disco de originais, seguindo-se, pelas 22:00, a atuação do Quarteto 4/4, de Michael Smith, Paulo Vicente, Paulão e Mike Ross, num serão festivo em que se pretende que ocorra “um encontro de gerações”.

Alexandre Pascoal destacou o facto de os Açores serem a região do país que tem a maior concentração de bandas filarmónicas, cerca de uma centena dispersa pelas nove ilhas, e, fruto do isolamento, darem grande importância à música, nos seus diferentes estilos.

O Dia Mundial da Música foi instituído em 1975 pelo International Music Council, organização fundada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), com o objetivo de levar música de todo o tipo a todas as pessoas, dentro dos ideais de paz e respeito fomentados pela instituição.

Inaugurado em 1951 e desenhado pelo arquiteto Rodrigues Lima, o Teatro Micaelense funcionou como sala de cinema durante várias décadas, até fechar as portas devido ao estado de degradação que apresentava.

Em setembro de 2009, reabriu ao público, após obras de recuperação e adaptação a cargo do arquiteto Manuel Salgado, um investimento de cerca de sete milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.